segunda-feira, 5 de maio de 2014

25 de abril, sempre!

No dia 25 comemoraram-se os 40 anos da revolução que devolveu a Portugal e aos portugueses a liberdade de falar sobre a injustiça, de ler as novidades que vinham do resto do mundo, de ver tudo aquilo que a censura tentava ocultar: os filmes, os jornais, os livros, as revistas… Importa que a memória de um tempo sem liberdade perdure, para que possamos, nós e nossos alunos, dar mais valor áquilo que hoje temos e soubemos conquistar. Abril é, e será sempre, um tempo de esperança num futuro melhor! Abril “semeou-se” um pouco por toda a escola: este pintado no “Jornal de Parede – Notícias com História”, nos cravos de papel espalhados pelos corredores, na Rádio Intervalo e um pouco pelos quatros cantos da nossa memória…





Sem comentários:

Publicar um comentário