quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Miúdos a Votos



Qual foi o livro que mais gostaste de ler até hoje? Já tentaste convencer os teus colegas a lê-lo? Uma iniciativa da VISÃO Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares vai permitir-te fazê-lo de forma divertida! 

Exatamente como numas eleições políticas, os alunos fazem campanha eleitoral pelos livros que mais gostaram de ler até hoje, estimulando a curiosidade dos colegas e amigos e fazendo com que eles também tenham vontade de ler. Esta iniciativa tem por objetivo dar voz aos jovens, pois ao votarem nos livros que mais gostaram de ler (e não naqueles que são obrigados a ler dentro da sala de aula), estão a dar indicação aos outros daquilo que para si é importante.


Em cada escola, os alunos que queiram fazer campanha por um livro inscrevem-se junto do professor bibliotecário ou do professor responsável pela iniciativa na escola.
Aqui, podes consultar a lista de livros apurada, para os segundo e terceiro ciclos.

Escolhe o livro sobre o qual queres fazer campanha, reúne um grupo e defendam o vosso livro.
Durante a campanha eleitoral que agora se inicia, os alunos defenderão publicamente o livro de que mais gostam, em sessões de esclarecimento, na biblioteca escolar, equivalentes a comícios e através de cartazes afixados pela escola.
A VISÃO Júnior e a VISÃO farão a cobertura da campanha eleitoral e darão espaço aos candidatos, tanto nas suas edições impressas como nos seus sítios na internet e nas redes sociais. A RBE difundirá a cobertura da campanha através das suas redes sociais.
A campanha tem o seu início a 28 de janeiro e termina a 13 de março de 2019. O dia de reflexão será 14 de março de 2019 e a 15 de março será o grande dia da votação.
Vamos, concorre! Esperamos por ti!


Concurso Media@ção

Vivemos tempos difíceis em contexto global. Assistimos a atropelos vários, ao nível dos direitos humanos, de um fechamento geral na sociedade, de terrorismo internacional e recrudescimento de nacionalismos. 

 Temos a obrigação, enquanto escola formadora de cidadãos, de prevenir situações de intolerância e fomentar a democracia, aceitação e as diferenças. Foi neste quadro que o concurso Media@ção foi lançado. 

Este ano o tema é comum a ambas as categorias de trabalhos – 1.º/ 2.º ciclos e 3.º ciclo/ secundário – e passível de ser abordado de acordo com três possibilidades: 
• "Como prevenir o discurso do ódio?"
• "Como promover a tolerância nos media?"
• "Como usar os media para o exercício da cidadania?" 

 Os trabalhos deverão ser enviados até ao dia 15 de março de 2019, por isso, contactem a Biblioteca para terem mais informações e poderem concorrer. 
Esperamos por vós!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Concurso Nacional de Leitura



Hoje decorreu a primeira fase do Concurso Nacional de Leitura. Os alunos responderam a um questionário online, aqui, na nossa biblioteca. 

No primeiro ciclo, o questionário incidiu sobre o conto de Hans Christian Andersen Os Cisnes Selvagens e no segundo ciclo sobre o livro de Valter Hugo Mãe, O Paraíso São os Outros.

Os vencedores ainda não foram apurados. Para a semana damos notícias!


Visita Autor André Fernandes


É prática comum de uma biblioteca escolar convidar autores consagrados, ou não, a apresentarem as suas obras e dialogarem com turmas sobre as suas produções literárias. Com esta atividade pretende-se desenvolver nos alunos o gosto pela leitura, aproximando o autor dos leitores, e criando, dessa forma, relações de cumplicidade e afeto, potenciadoras do prazer de ler.

Assim, para cumprir esse objetivo, a nossa biblioteca convidou o autor André Fernandes que nos veio explicar o processo de criação dos seus Tia Guida A vida é uma escola

André Fernandes nasceu a 1 de Fevereiro de 1991, em Lisboa. Aos 21 anos de idade, licenciou-se em Ciências da Comunicação através da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.   A sua primeira obra, Tia Guida, foi publicada um ano depois.

No seu livro Tia Guida, o autor aborda a temática dos doentes com cancro e a forma como isso afeta família e cuidadores. Os dotes de excelente orador e a temática sensível provocaram nos alunos ouvintes uma torrente de emoções e, dessa forma, prendeu a atenção dos presentes de forma absolutamente encantadora.

Alunos e professores sentiram uma empatia tal que o autor teve dificuldade em finalizar a sua palestra. Um momento verdadeiramente mágico!


Hallowe'en

Festejamos, mais uma vez, o Hallowe'en, como não podia deixar de ser, dada a popularidade que esta efeméride tem entre os nossos alunos.

Desta vez, a Biblioteca Animada contou com a participação dos alunos para realizarmos um concurso de estátuas horríveis vivas.
No dia e hora marcada, 31 de outubro, os nossos alunos comportaram-se como verdadeiras estátuas vivas, aterrorizando a multidão de curiosos, que acorreu, em força, à nossa biblioteca.

Foi um momento assustador e divertido.
Até para o ano, estátuas horríveis!